O Meio e o Si

Seu blog de variedades, do trivial ao existencial.

Nem tudo é possível: Feliz 2016!

feliz 2015 ano novo

Quantas vezes escutamos clichés como “nada é impossível” ou “nunca desista de seus sonhos”? Eles tornam-se ainda mais comuns nas mensagens de fim ano, quando estamos nos preparando para entrar num novo ciclo, com energia renovada. Esse tipo de retórica motivacional vem com frequência de celebridades e outras pessoas extremamente bem sucedidas – aqueles que fazem parte da minoria para a qual os sonhos, efetivamente, tornaram-se realidade.

No entanto, muitas pessoas levam essas afirmativas de forma excessivamente literal, com efeitos nem sempre desejáveis. A vida não é tão simples: nem vontade, nem esforço e nem mesmo mérito ou talento necessariamente garantem o sucesso. Para cada Neymar, Leonardo Di Caprio ou Mark Zuckerberg, existem milhares de pessoas igualmente sonhadoras e determinadas, que por um motivo ou outro não chegaram à seleção brasileira, a conseguir um contrato em Hollywood, ou levar sua visão a 1 bilhão de pessoas no mundo.

Seria justo, ou desejável, virar-se para um jovem que sonha em tornar-se um grande jogador de futebol, mas que visivelmente não tem talento para tal, e dizer que deve perseguir seu sonho a qualquer custo? Ou para uma modelo de beleza convencional, que deve seguir seu objetivo de ser a nova Gisele Bündchen, que nada é impossível? A felicidade é em parte fruto da diferença entre nossas expectativas e realizações. Apoiarmo-nos em demasia sobre metas inatingíveis é algo que, mais cedo ou mais tarde, tende a gerar ansiedade e frustração.

Ao mesmo tempo, isso não quer dizer que devamos nos acomodar ou nivelar nossas ambições por baixo. Pelo contrário, é importante termos metas ambiciosas e persegui-las com paixão e determinação. Mas é igualmente importante sermos realistas e sabermos até onde vale a pena seguir um caminho e quando devemos nos repensar, reinventar, buscar novos rumos.

Uma boa analogia é o caso do empreendedorismo. Os melhores empreendedores são aqueles que têm a capacidade de se adaptar às circunstâncias, mudar suas prioridades conforme alterações de cenário e amadurecimento interno. Aperfeiçoam constantemente suas iniciativas e sabem a hora de fechar uma porta e abrir outra.

Quando Steve Jobs ou Richard Branson dizem que temos que perseguir nossos sonhos, não se referem a um sonho monotemático, a uma busca cega e teimosa por um objetivo específico e imutável. Se suas vidas servem de algum exemplo, é óbvio que seus sucessos vêm da capacidade de arriscar, falhar, aprender, adaptar, redirecionar, e seguir novamente. O mesmo princípio pode ser aplicado a outros aspectos da vida.

Portanto, nossa mensagem para 2016 é: Nem tudo é possível e não se apeguem a um único sonho apenas. Tenham metas ambiciosas, mas pé-no-chão, e estejam sempre abertos a arriscar, errar, se reinventar, e escolher novos caminhos e objetivos.

Feliz 2016!

7 comentários em “Nem tudo é possível: Feliz 2016!

  1. Marianna
    29 de dezembro de 2015

    Tudo é possível dentro dos limites de quem tenta. A vida é feita de paradoxos e poucas reflexões críticas assumem formas simplistas. O problema nas pessoas não é o irrealismo de suas metas, mas a dificuldade que tem de conhecer a si mesmas (qualidades, defeitos e limites) e de verificar se é possível para elas, realisticamente, pagar a conta do “sonho” em questão.

    Sinto que esse “nem tudo é possível” é um clichê tão extremo quanto o “tudo é possível”, pois estigmatiza qualquer grande objetivo pessoal como ilusório, assim como classifica pessoas inseguras, pessimistas e acomodadas como “realistas” e “sensatas”.

    Nem sempre quem assume riscos é inconsequente assim como nem sempre é sensato quem os evita. A diferença é que o desperdício silencioso de tempo, potencial e oportunidades faz menos alarde.

    Curtir

    • omeioeosi
      29 de dezembro de 2015

      Concordo perfeitamente que “Tudo é possível dentro dos limites de quem tenta.” Essa é exatamente a mensagem do post. No entanto, esclarecendo, de forma alguma sugerimos que “qualquer grande objetivo pessoal seja ilusório” ou classificamos pessoas pessimistas ou acomodadas como “sensatas”. Inclusive, ressaltamos essa passagem do texto: “Ao mesmo tempo, isso não quer dizer que devamos nos acomodar ou nivelar nossas ambições por baixo. Pelo contrário, é importante termos metas ambiciosas e persegui-las com paixão e determinação. Mas é igualmente importante sermos realistas e sabermos até onde vale a pena seguir um caminho e quando devemos nos repensar, reinventar, buscar novos rumos.”
      Obrigado por deixar seu comentário. Abs.

      Curtir

      • Marianna
        29 de dezembro de 2015

        Oi! Havia lido essa passagem, mas é que a frase “Nem tudo é possível” me assemelha a um teto, enquanto a expressão “tudo é possível dentro dos limites de quem tenta” me parece mais próxima de um chão e, portanto, mais equilibrada.

        Penso assim porque vejo tais limites mais como um ponto de partida do que como um elemento castrador na vida de alguém – embora eles atuem exatamente assim quando inconsequentemente ignorados.

        Entendi o seu raciocínio, só não concordo com essa frase do título.

        Gosto muito dos seus textos! Abraço!

        Curtir

      • omeioeosi
        29 de dezembro de 2015

        O objetivo do título é ser um pouco provocador e quebrar com o cliche do “tudo é possível”.🙂 Obrigado e volte sempre.

        Curtir

  2. Pingback: Sobre o Rio, nós, e o valor da vida | O Meio e o Si

  3. Leticia Moreinos Schwartz
    30 de dezembro de 2014

    Andre, tudo o que eu precisava ler e ouvir. Obrigada por suas sabias palavras! Beijos, Leticia

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 206 outros seguidores

Curta página no facebook

Siga no Twitter

%d blogueiros gostam disto: