O Meio e o Si

Seu blog de variedades, do trivial ao existencial.

Nem tudo é possível: Feliz 2018!

feliz 2018 ano novo

Quantas vezes escutamos clichés como “nada é impossível” ou “nunca desista de seus sonhos”? Eles tornam-se ainda mais comuns nas mensagens de fim ano, quando estamos nos preparando para entrar num novo ciclo, com energia renovada. Esse tipo de retórica motivacional vem com frequência de celebridades e outras pessoas extremamente bem sucedidas – aqueles que fazem parte da minoria para a qual certos sonhos, efetivamente, tornaram-se realidade.

No entanto, muitas pessoas levam essas afirmativas de forma excessivamente literal, com efeitos nem sempre desejáveis. A vida não é tão simples: nem vontade, nem esforço e nem mesmo mérito ou talento necessariamente garantem o sucesso. Para cada Neymar, Leonardo Di Caprio ou Mark Zuckerberg, existem milhares de pessoas igualmente sonhadoras e determinadas, que por um motivo ou outro não chegaram à seleção brasileira, a conseguir um contrato em Hollywood, ou levar sua visão a 1 bilhão de pessoas no mundo.

Seria justo, ou desejável, virar-se para um jovem que sonha em tornar-se um grande jogador de futebol, mas que visivelmente não tem talento para tal, e dizer que deve perseguir seu sonho a qualquer custo? Ou para uma modelo de beleza convencional, que deve seguir seu objetivo de ser a nova Gisele Bündchen, que nada é impossível? A felicidade é em parte fruto da diferença entre nossas expectativas e realizações. Apoiarmo-nos em demasia sobre metas inatingíveis é algo que, mais cedo ou mais tarde, tende a gerar ansiedade e frustração.

Ao mesmo tempo, isso não quer dizer que devamos nos acomodar ou nivelar nossas ambições por baixo. Pelo contrário, é importante termos metas ambiciosas e persegui-las com paixão e determinação. Mas é igualmente importante sermos realistas e sabermos até onde vale a pena seguir um caminho e quando devemos nos repensar, reinventar, buscar novos rumos.

Uma boa analogia é o caso do empreendedorismo. Os melhores empreendedores são aqueles que têm a capacidade de se adaptar às circunstâncias, mudar suas prioridades conforme alterações de cenário, aprendizado e amadurecimento interno. Aperfeiçoam constantemente suas iniciativas e sabem a hora de fechar uma porta e abrir outra.

Quando Steve Jobs ou Richard Branson dizem que temos que perseguir nossos sonhos, não se referem a um sonho monotemático, a uma busca cega e teimosa por um objetivo específico e imutável. Se suas vidas servem de algum exemplo, é óbvio que seus sucessos vêm da capacidade de arriscar, falhar, aprender, adaptar, redirecionar, e seguir um novo caminho. O mesmo princípio pode ser aplicado a outros aspectos da vida.

Portanto, nossa mensagem para 2018 é: Nem tudo é possível e não se apeguem a um único sonho apenas. Tenham metas ambiciosas, mas pés-no-chão, e estejam sempre abertos a arriscar, errar, se reinventar, e escolher novos caminhos e objetivos.

Feliz Ano Novo!

3 comentários em “Nem tudo é possível: Feliz 2018!

  1. Jose Augusto Carvalho
    13 de janeiro de 2018

    Muito bom, André.

    Curtir

  2. Marcello Averbug
    1 de janeiro de 2018

    ÓTIMO!!! Até parece texto de um competente psicólogo!

    Curtir

  3. Mariane
    31 de dezembro de 2017

    Isso mesmo 👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼
    Espero ver mais posts em 2018!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 215 outros seguidores

Siga no Twitter

%d blogueiros gostam disto: